Letras de músicas: porque devemos ouvir com atenção

Quando ouvimos uma música pela primeira vez, aquilo que numa fase inicial da audição mais frequentemente nos toca é a melodia, o conjunto de acordes que um ou vários instrumentos emanam. Talvez pelo seu imediatismo, talvez porque o som seja algo que com mais facilidade é assimilado pelo cérebro humano.

Letra: verbalização de uma mensagem

lyricsNuma música, a letra é o aprofundamento de uma intenção, a vertigem do significado, porque é mais explícita do que a melodia. As palavras são a verbalização do que se pretende transmitir através de uma música e pode conter um significado óbvio; noutras situações, pode obrigar-nos à reflexão e interpretação das palavras cantadas.

Toda letra merece ser atentamente ouvida, não só porque é parte integrante de uma composição musical, como também pode conter uma mensagem de maior relevância.

O poder de uma letra

Quem não se lembra da letra de “Imagine” de John Lennon? Esse talvez seja dos mais marcantes exemplos de uma música com uma letra detentora de uma mensagem inadiável cujos ecos nos chegaram até hoje, apesar de ter sido escrita em 1971. John Lennon escreveu um poema e o musicou, naquele que é considerado um dos mais importantes apelos à Paz mundial jamais feitos.

Essa letra foi responsável pelo despertar de consciências adormecidas e ainda hoje é recitada com ou sem melodia pela mensagem que transmite e pela forma como a transmite.

Envolvimento

Daí que seja tão crucial nossa atenção a uma letra quando ouvimos uma música: ela pode ser uma porta de entrada para um maior envolvimento das pessoas em causas globais, como pode ser uma espécie de reconhecimento de nós próprios, ou seja, um meio de nos encontrarmos, de afirmar nossa identidade num mundo onde a reflexão por vezes parece não existir.

O saber não ocupa lugar e conhecimento de nós próprios e do mundo que nos rodeia também não.